Em matéria da revista MEI (Mobilização Empresarial pela Inovação), a Cerâmica Salema se destacou no estudo: Casos Empresariais de Inovação. Apontando a gestão de inovação e organização como sendo a chave para o desenvolvimento de projetos que auxiliem a qualidade e a competitividade da empresa.

“A gestão da inovação tornou-se a fonte de qualidade e competitividade da empresa” João Neto – Sócio Diretor

O Instituto Euvaldo Lodi da Paraíba (IEL/PB) tem como missão aperfeiçoar a gestão, dar capacitação empresarial e gerar interação entre as empresas estimulando a competitividade da indústria paraibana. São oferecidas palestras seguidas de um diagnóstico minucioso levantado  para identificar o nível de estruturação, de planejamento estratégico e de capacidade técnica dos funcionários a respeito da inovação. Para encerrar o projeto é feito uma elaboração de plano de inovação a ser seguido pela empresa visando a continuidade de ideias inovadoras.

MODELO DE INOVAÇÃO

Com a Cerâmica Salema o processo de estruturação da inovação se deu inicialmente no setor administrativo. As informações quantitativas que alimentam o sistema da empresa desde 2006, auxiliaram a ampliação e o crescimento, dando destaque no mercado e inovação nos resultados. Foram criados núcleos de inovação em vários setores da empresa sendo os seus líderes escolhidos pelos consultores e administradores. Por meio de um sistema intranet foram criadas metodologias de documentação, auxiliando a comunicação entre esses setores.

“O processo desenvolvido pela Cerâmica Salema, com o apoio do Núcleo Regional do IEL, permitiu estruturar e fortalecer o processo de geração de ideias e de aproveitamento de oportunidades de melhoria e serviu para consolidar uma nova gestão na empresa, organizada em torno de processos formalizados.” Derlópidas Gomes Neves Neto | Superintendente do IEL/PB

O modelo de inovação da empresa foi reestruturado tornando os processos administrativos mais ágeis e mais sustentáveis gerando reflexo positivo nos mecanismos de produção. Com essas novas rotinas organizacionais a empresa conseguiu economizar cerca de R$ 5mil por mês organizando o setor de compras, conseguidos melhores preços.

Outra mudança foi o comportamento dos colaboradores que criaram o “Salema Inova”, uma competição interna que visa incentivar a criação de ideias e projetos que possam ser transformados em processos reais para enraizar os modelos práticos de inovação. Os vencedores apresentaram uma proposta simples e sustentável aplicável em todos os setores que tinha como objetivo a economia de materiais de escritório.

Por três meses a Salema recebeu consultoria para apoiar a nova organização da empresa e o seu processo de inovação. Graças a essa iniciativa a empresa conquistou um ambiente organizacional muito mais comprometido e motivado a dar resultados que tragam benefícios a empresa.

Fonte: Revista Mei

Leia na íntegra:

http://www.congressodeinovacao.com.br/files/etc/IEL_9_CASOS_web_V41.pdf