Como vice-presidente da Anicer, o presidente do Sindicer/PB, João Neto, representou a Associação Nacional em reunião da Rede Ibero-Americana de Desenvolvimento Sustentável da Indústria Cerâmica, no último dia 10, na sede do instituto Segemar, em Buenos Aires, na Argentina.

O encontro visou o debate sobre as diretrizes do projeto de cooperação internacional e contou com a presença de representantes da Argentina, do Chile, do Peru, do Paraguai, do Uruguai, da Espanha, de Portugal, da Venezuela e do Brasil.

A Rede Ibero-Americana reúne as entidades de cada país para promover o diálogo sobre o futuro da cerâmica em cada região. E, para essa reunião, foi realizado anteriormente, um estudo de Análise Swot do setor em cada país envolvido. “A reunião foi voltada para uma análise de quais pontos podem ser trabalhados para melhor desenvolver o setor cerâmico em cada uma das regiões”, comentou João Neto.

Dos pontos destacados, a informalidade foi ressaltada em todos os países, cuja atividade não traz benefícios ao setor cerâmico. Outro ponto foi a falta de normas e regulamentações em alguns dos países participantes. Já no Brasil, a ABNT/CEE-179 regulamenta as normas cerâmicas.

Com o objetivo de elaborar as estratégias para o desenvolvimento da cerâmica vermelha nos países ibero-americanos, a Rede promove a integração entre universidades, centro de pesquisas e empresas, transmitindo ao setor conhecimentos científicos e tecnológicos necessários para o crescimento.