A segunda edição da revista Casa Cerâmica contemplou excelentes notícias e depoimentos a respeito desse importante projeto que visa a valorização e o fortalecimento do setor cerâmico em todo o país.

O  projeto Casa Cerâmica, que está presente na Feicon Batimat desde 2006, tem como principal responsável o Sindicato da indústria da cerâmica para a construção do Estado de São Paulo, o Sindicercon/SP. O projeto conta ainda com o apoio imprescindível de entidades co-irmãs do setor, e o Sindicer/PB foi um dos patrocinadores dessa ação que busca fortalecer os produtos do setor cerâmico.

Para Walter Gimenez essa participação colaborativa “nos deixa bastante gratificado, pois o esforço dedicado por todos nós retorna e é reconhecido como um significativo avanço técnico e tecnológico”. E destaca ainda que desde sua primeira edição, em 2006, “temos tido a honra de termos nossa Casa Cerâmica como o stand mais visitado  por metro quadrado da Feicon”.

A Casa Cerâmica é um projeto de construção em alvenaria estrutural, que demonstra toda a eficiência, praticidade, economia e tecnologia dos blocos cerâmicos, atendendo a todos os pré-requisitos das Normas de Desempenho. E esse ano, a Casa Cerâmica inovou: teve o mesmo projeto das casas construídas pelo CDHU em São Paulo.

“A ideia é chamar atenção e reproduzir o projeto em outros estados, não se trata de um projeto paulista, é um modelo e casa que pode ser aplicado no Brasil inteiro. Um projeto que obedece todas as normas técnicas e de desempenho e [foi] desenvolvido na maior feira de construção civil da América Latina para servir como benchmarking”, ressalta Sandro Silveira, vice-presidente do Sindicercon/SP, presidente da ACERVIR e diretor de Relações Institucionais da ANICER.

Walter Gimenez acredita na possibilidade de transformação ao tratar do momento atual da economia do país e destaca que“o futuro nos espera e é para ele que estamos nos fortalecendo e nos dedicando para ocupar nosso espaço no desenvolvimento da construção civil do país”.

Fonte: Revista Casa Cerâmica 2ª ed.