O presidente do Sindicer/PB e vice-presidente da Anicer, João Neto, representando a Associação, participou ontem (6), no Palácio do Planalto, do lançamento de um pacote de novas medidas para revigorar o Programa Minha Casa Minha Vida, pelo presidente Michel Temer, que esteve presente junto ao ministro das Cidades, Bruno Araújo e empresários do setor da construção civil.

João Neto e Irenaldo Quintans

João Neto e Irenaldo Quintans

Aparentando confiança, o presidente Temer citou que todas as medidas foram construídas em conjunto com as diversas partes de interesse, comentou João Neto. E, ainda, que as principais mudanças foram o reajuste para as faixas 1,5; 2 e 3, de 7,69%, acompanhando a inflação. A faixa 1 se manteve.

Houve também a atualização de valores de imóveis, onde o Governo também elevou o teto dos imóveis que podem ser financiados dentro do Minha Casa, Minha Vida, reajustando os valores em todo o país.

O ministro Bruno Araújo frisou que um percentual considerável das obras está sendo entregues com falhas, o que ressalta a necessidade de maior empenho dos órgãos responsáveis e do próprio setor da construção civil, em fiscalizar e cobrar a qualificação dos produtos para a habitação social.

João Neto ressalta que todo o diálogo foi voltado para o desenvolvimento de novas habitações, gerando novos empregos. Ainda, houve o diálogo com o ministro Bruno Araújo relembrando o setor de cerâmica vermelha. “O clima foi de otimismo. Vamos seguir lutando”, finaliza João Neto.

Novas faixas de renda para financiamentos do MCMV:

As famílias que se enquadram nas faixas 1,5 e 2 têm direito a subsídio do governo para a compra do imóvel, além de financiamento com taxa de juros abaixo da praticada no mercado. Já a faixa 3 prevê o financiamento com recursos do FGTS com taxas abaixo do mercado.

De acordo com o Ministério das Cidades, o valor do subsídio dado na faixa 1,5 vai subir de R$ 45 mil para R$ 47.500 e, na faixa 2, de R$ 27.500 para R$ 29 mil.

Taxas de juros no Minha Casa, Minha Vida

Foto: Ministério das Cidades

Foto: Ministério das Cidades

Dados: Portal Novacer