Dúvidas na hora de calcular sua Contribuição Sindical? Saiba agora como fazer tomando como base a tabela a seguir.

Notas:

1. As empresas ou entidades cujo capital social seja igual ou inferior a R$ 14.070,17 são obrigadas ao recolhimento da Contribuição Sindical mínima de R$ 102,51 de acordo com o disposto nº 3 art. 580 da CLT;

2. As empresas ou entidades com capital social superior a R$ 150.081.788,21 recolherão a Contribuição máxima de R$ 52.978,87 de acordo com o disposto nº 3 do art. 580 da CLT;

3. A tabela Sindical foi reajustada de acordo com a variação acumulada do índice INPC (9,81%) no período de ago/2014 a jul/2015.

Observações:

• Tabela progressiva para cálculo da Contribuição Sindical, vigente a partir de 1º de janeiro de 2016, aplicável aos empregadores industriais (inclusive do setor rural) e agentes ou profissionais autônomos organizados em firma ou empresa de atividade industrial. Valor Base: R$ 180,60 (cento e oitenta reais e sessenta centavos).

• As Guias de Recolhimento da Contribuição Sindical Urbana serão confeccionadas e enviadas pelo Sindicato Patronal (Sindicer/PB) e deverão ser pagas até o dia 31/01/2016, evitando assim, a incidência de juros e multa. Caso não receba a Guia de Recolhimento em tempo hábil, favor entrar em contato com o Sindincer/PB ou acessar o site da Confederação Nacional da Indústria – CNI para emitir a guia.

• A contribuição sindical é um tributo obrigatório que deve ser pago por todos que participam de uma determinada categoria econômica, profissional ou de uma profissão liberal, independentemente de serem ou não associados a um sindicato / colônia de pescadores, em favor de uma entidade representativa da respectiva categoria, conforme se verifica nos artigos 578, 579 e 580 da Consolidação das Leis do Trabalho.

Fonte: Sindusconjp